Effect of taurine supplementation on growth and development in preterm or low birth weight infants

Machine translation Machine translation
Categoria Systematic review
RevistaCochrane database of systematic reviews (Online)
Year 2007
TEMA: A taurina é o mais abundante aminoácido livre no leite materno. Existe evidência de que a taurina tem papel importante na absorção de gordura intestinal, função hepática e desenvolvimento auditivo e visual em lactentes prematuros de peso ou baixo peso. Os dados observacionais sugerem que a deficiência de taurina relativa durante o período neonatal está associada a efeitos a longo prazo os resultados do desenvolvimento neurológico em prematuros. Prática padrão atual é o de completar o leite em pó e soluções de nutrição parenteral com taurina. OBJETIVOS: Para avaliar o efeito de prestação de taurina suplementar para enteral ou parenteral alimentados recém-nascidos prematuros ou de baixo peso no crescimento e desenvolvimento. ESTRATÉGIA DE PESQUISA: A estratégia de busca padrão do Cochrane Neonatal Review Group foi usado. Isto incluiu pesquisas do Cadastro Central Cochrane de Ensaios Controlados (CENTRAL, The Cochrane Library, Issue 2, 2007), MEDLINE (1966 - Junho 2007), EMBASE (1980 - Junho 2007), os processos de conferências e comentários anteriores. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO: randomizados ou quasi-randomizados controlados que a suplementação de taurina em comparação versus a ausência de suplementação em recém-nascidos prematuros ou de baixo peso ao nascer. COLETA DE DADOS E ANÁLISE: Os dados foram extraídos usando os métodos padrão do Grupo de Revisão Cochrane Neonatal, com a avaliação independente da qualidade dos estudos e extração de dados por dois autores da revisão e síntese de dados usando o risco relativo, diferença de risco e diferença de média ponderada. PRINCIPAIS RESULTADOS: Nove ensaios pequenos foram identificados. No total, 189 crianças participaram. A maioria dos participantes eram maiores de 30 semanas de idade gestacional ao nascimento e clinicamente estáveis. Em oito dos estudos, taurina foi por via enteral com leite de fórmula. Apenas um pequeno estudo avaliou a suplementação de taurina parenteral. Suplementação de taurina aumentou a absorção de gordura intestinal [diferença média ponderada 4,0 (intervalo de confiança 95% 1,4, 6,6) por cento do consumo]. No entanto, as meta-análises não revelaram quaisquer efeitos estatisticamente significativos sobre os parâmetros de crescimento avaliados durante o período neonatal ou até três a quatro meses de idade cronológica [taxa de ganho de peso: diferença da média ponderada -0,25 (IC95% -1,16, 0,66) gramas / kg / dia; mudança no comprimento: diferença da média ponderada 0,37 (IC 95% -0,23, 0,98) milímetros por semana; mudança na circunferência da cabeça: a diferença média ponderada 0,15 (IC 95% -0,19, 0,50) milímetros por semana] . Não existem dados muito limitados sobre o efeito sobre a mortalidade neonatal ou morbidades, e não há dados sobre crescimento de longo prazo ou resultados neurológicos. Conclusão dos autores: Apesar de que a falta de evidência de benefício a partir de ensaios clínicos randomizados, é provável que a taurina vai continuar a ser adicionado ao leite de fórmula e soluções de nutrição parenteral utilizados para a alimentação de recém-nascidos prematuros e de baixo peso, dado o suposto associação da deficiência de taurina com vários resultados adversos. Mais ensaios clínicos randomizados de suplementação de taurina contra sem suplementação em lactentes prematuros ou de baixo peso de nascimento são improváveis ​​de serem vistos como uma prioridade de investigação, mas pode haver questões relacionadas com a dose ou duração da suplementação em subgrupos específicos de crianças que merecem investigação mais aprofundada.
Epistemonikos ID: d4f13c02cc17da9cf858854cc2b9ac9fc7fbe7af
First added on: Oct 11, 2011
Warning
This is a machine translation from an article in Epistemonikos.

Machine translations cannot be considered reliable in order to make health decisions.

See an official translation in the following languages: Français

If you prefer to see the machine translation we assume you accept our terms of use

Warning
This is a machine translation from an article in Epistemonikos.

Machine translations cannot be considered reliable in order to make health decisions.

See an official translation in the following languages: Français, English

If you prefer to see the machine translation we assume you accept our terms of use

Warning
This is a machine translation from an article in Epistemonikos.

Machine translations cannot be considered reliable in order to make health decisions.

See an official translation in the following languages: Français, English, 中文

If you prefer to see the machine translation we assume you accept our terms of use

Warning
This is a machine translation from an article in Epistemonikos.

Machine translations cannot be considered reliable in order to make health decisions.

See an official translation in the following languages: Français, English, 中文, Español

If you prefer to see the machine translation we assume you accept our terms of use