Estudos clínicos comparativos de albendazol, nitazoxanide e praziquantel no tratamento da ascaridíase, tricuríase e himenolepíase em crianças a partir de Peru.

Tradução automática Tradução automática

Três estudos clínicos randomizados foram realizados em 2000 para avaliar a eficácia da suspensão pediátrica nitazoxanida em comparação ao albendazol no tratamento da ascaridíase e tricuríase e praziquantel no tratamento da himenolepíase em crianças de Cajamarca, Peru. Nitazoxanida foi administrado na dose de 100 mg (1-3 anos de idade) ou 200 mg (idade 4-11 anos), duas vezes por dia durante 3 dias, o albendazol como uma dose de 400 mg única e praziquantel como um único 25-mg/kg dose. Pós-tratamento de exames parasitológicos foram realizados em 3 amostras de fezes, coletadas em cada um dia diferente entre 21 e 30 dias após o início do tratamento. Nitazoxanida cura de 89% (25/28), 89% (16/18) e 82% (32/39) dos casos de ascaridíase, tricuríase e himenolepíase respectivamente, em comparação com 91% (32/35), 58% (11 / 19) e 96% (47/49) para os medicamentos de comparação. Cada uma das drogas produzidas taxas de redução de ovos em excesso de 98%. Não houve eventos adversos significativos ou alterações nos valores hematológicos ou bioquímicos ou urina.

volume » 96

issue » 2

pagination » 193-6

citation » Juan JO, Lopez Chegne N, Gargala G, Favennec L. Comparative clinical studies of nitazoxanide, albendazole and praziquantel in the treatment of ascariasis, trichuriasis and hymenolepiasis in children from Peru. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene. 2002;96(2):193-6.

Warning
This is a machine translation from an article in Epistemonikos.

Machine translations cannot be considered reliable in order to make health decisions.

See an official translation in the following languages: English

If you prefer to see the machine translation we assume you accept our terms of use